Café da Bahia domina concurso nacional de cereja descascado

Imprimir

Um café produzido na Bahia foi o destaque do concurso Cup of Excelence – Pulped Naturals deste ano. Dos 100 pontos possíveis na classificação, o produto da Chácara São Judas Tadeu, de Piatã (BA), obteve classificação 91,22 e superou outros 44 finalistas avaliados pelo júri. O concurso foi promovido pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA, na sigla em inglês), Apex, Alliance for Coffee Excelence (ACE) e Sebrae.

Ao todo, foram 364 inscritos de sete regiões produtoras. A competição é considerada a principal do Brasil em avaliação de café cereja descascado ou despolpado. O segundo colocado também é de Piatã (BA). O produtor Cândido Vladimir Ladeira Rosa teve seu lote classificado com nota 90,03. Ele já havia sido campeão duas vezes: em 2009 e 2014.

Nesta quinta-feira (22/10), será feito leilão dos cafés vencedores. As ofertas serão feitas pela internet e, como já ocorre tradicionalmente nesse tipo de concurso, o produto é comprado, geralmente, por valores bem acima das médias praticadas pelo mercado.

No ano passado, quando foi o vencedor, o cafeicultor Cândido Rosa vendeu um lote de 16 sacas por mais de R$ 266 mil reais, um valor mais de 20 vezes superior ao praticado na época na bolsa de Nova York, principal plataforma de negociação internacional de café arábica.

Fonte: Redação Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *