Café: concurso da illycaffè tem 504 amostras classificadas

Imprimir

O 23º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade do Café para Espresso encerrou inscrições com 504 amostras classificadas. No ano passado, foram inscritas 415 amostras, o que corresponde a um aumento de 21,4%.

Segundo a tradicional torrefadora italiana, houve adesão de cafeicultores de todas as categorias regionais, o que confirma a tendência de consolidação nacional da premiação. A partir de agora, a comissão julgadora se reunirá para escolher os 40 finalistas ao prêmio, que serão divulgados no dia 5 de novembro.

A cerimônia de premiação está marcada para março de 2014, quando serão anunciados os cinco vencedores nacionais e os campeões estaduais e regionais. A illycaffè distribuirá cerca de R$ 200 mil aos melhores colocados nas duas premiações, além de também reconhecer os melhores classificadores.

No Prêmio Ernesto Illy – Nacional, todos os melhores colocados receberão a premiação em dinheiro – R$ 60 mil para o primeiro lugar; R$ 35 mil para o segundo; R$ 18 mil para o terceiro; R$ 9 mil para o quarto; R$ 5 mil para o quinto. Os demais finalistas, do 6º ao 40º, receberão R$ 1.200, além de um diploma. O primeiro colocado receberá também um troféu.

O Prêmio Ernesto Illy – Regional terá dois cafeicultores finalistas em cada um dos 10 Estados ou regiões: Espírito Santo; Minas Gerais (subdividido em Cerrado Mineiro, Chapada de Minas, Matas de Minas e Sul de Minas); região Centro-Oeste; região Norte/Nordeste; região Sul; Rio de Janeiro; e São Paulo. O primeiro colocado de cada uma das localidades receberá R$ 2 mil, e o segundo com R$ 1.200. Os dois também receberão diplomas.

O concurso ainda premiará quatro classificadores, cujas amostras estejam entre as finalistas, com R$ 3.500 para o primeiro colocado; R$ 2.500 para o segundo; R$ 1.500 para o terceiro; e R$ 1 mil para o quarto. Também será entregue um Diploma de Reconhecimento aos agentes (cooperativas, associações, consultorias e corretoras de cafés) que os profissionais representam.

O Estado de São Paulo, um dos mais tradicionais em se tratando de café no Brasil, registrou um dos maiores crescimentos no número de inscritos para o 23º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade do Café para Espresso. Em comparação com a premiação de 2012, o índice foi 86,6% maior.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *