Café: chuva limita avanço da colheita de arábica

Imprimir

A colheita do café arábica já deveria ter ganhado ritmo nas lavouras do País. No entanto, o clima tem limitado o avanço. De acordo com pesquisadores do Cepea, logo no início das atividades, em junho, as chuvas que atingiram lavouras de arábica depreciaram a qualidade do café que estava secando em terreiros e derrubaram grãos dos pés.

Por isso, cafeicultores do Cerrado e do Sul de Minas, por exemplo, alegam que a qualidade de uma parte da safra nova já foi prejudicada. Agora, com novas chuvas, produtores consultados pelo Cepea estão receosos em intensificar a colheita. Agentes comentam que a colheita de arábica está entre 10% e 20% nas regiões de Minas Gerais e de São Paulo, por exemplo.

Além de ser um percentual baixo, parte desse café foi atingida por chuvas no momento de secagem e, em algumas praças, até 30% dos grãos podem ter caído dos pés. Já no Espírito Santo, agentes consultados pelo Cepea apontam que entre 30% e 40% dos grãos de arábica e de 90% a 95% dos grãos de robusta já tenham sido colhidos. Ao contrário das outras regiões, o clima mais seco tem favorecido os trabalhos nesse estado e os grãos estão com boa qualidade.

Fonte: Cepea

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *