Café arábica volta a recuar na ICE

Imprimir
Os contratos futuros do café arábica negociados na ICE atingiram mínima de um mês e meio nesta quinta-feira, ampliando as quedas após tocarem máximas de dois anos em dezembro, enquanto o açúcar avançou.

CAFÉ

* O contrato março do café arábica fechou em queda de 1,8 centavo de dólar, a 1,1735 dólar por libra-peso, depois de recuar até 1,17 dólar, menor valor desde 26 de novembro de 2019.

* Os estoques de arábica certificados pela ICE figuram atualmente em 2,04 milhões de sacas, indicando uma pausa no declínio contínuo que era verificado desde os 2,5 milhões de sacas de março.

* “Eu acho que vamos continuar vendo quedas nos estoques certificados. O médio prazo ainda é altista”, disse um operador.

* A safra de café do Brasil deve atingir 56,4 milhões de sacas de 60% em 2020, avanço de 12,9% ante 2019, mas abaixo do recorde de 59,9 milhões de sacas de 2018, segundo o IBGE.

* O café robusta para março recuou 16 dólares, para 1.338 dólares por tonelada.

Fonte: Reuters (Por Maytaal Angel)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *