Café arábica recua na ICE por melhora no clima do Brasil

Imprimir
Os contratos futuros de café arábica na ICE caíram nesta segunda-feira, ampliando as perdas da última semana após o Brasil, maior produtor, receber chuvas benéficas.

Os futuros do café arábica para março encerraram em queda de 1,25 centavo, ou 0,8 por cento, a 1,5115 dólar por libra-peso.

O café robusta limitou perdas e se manteve próximo à máxima de 2012 alcançada neste mês à medida que operadores disseram que estavam aguardado para ver se o Espírito Santo, principal Estado produtor de robusta do Brasil, vai receber chuvas mais tarde nesta semana.

O robusta para março encerrou em queda de 1 dólar, ou 0,04 por cento, a 2.237 dólares por tonelada.

No açúcar, o contrato do açúcar bruto para março encerrou em queda de 0,02 centavo, ou 0,1 por cento, a 20,31 centavos por libra-peso, enquanto o açúcar branco para março fechou em alta de 0,30 dólar, ou 0,06 por cento, a 542 dólares por tonelada.
O mercado desprezou dados da região centro-sul do Brasil que mostraram que a produção de açúcar na região na primeira metade de janeiro caiu acentuadamente na comparação com o fim de dezembro, devido ao encerramento da safra.

O mercado de açúcar também continuou a monitorar a Índia, onde crescentes preços do açúcar alimentaram especulações de que o país teria de reduzir impostos de importação.

Fonte: Reuters (Por Marcy Nicholson e Mariana Ionova)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *