Café arábica despenca na Bolsa de Nova York

Imprimir
O café arábica despencou na Bolsa de Nova York (ICE Futures Group) no fechamento desta quinta-feira (22), com quedas de 555 a 590 pontos.

Julho/17 encerrou com queda de 590 pontos, a 113,45 cents/lb. Para setembro/17, queda de 555 pontos, a 116,50 cents/lb. Dezembro/17, queda também de 555 pontos, a 120,05 cents/lb e março/18, queda de 555 pontos, a 123,55 cents/lb.

Para o analista de mercado Anilton Machado, da Origem Corretora, o movimento foi marcado por vendas especulativas por parte de fundos com objetivo de pegar stops dos players comprados, o que foi verificado quando as cotações romperam o nível de US$1,20/lb.

Em função dessas grandes posições vendidas por parte dos fundos, os próximos pregões poderão apresentar um movimento de recompra até mesmo para ajuste de carteiras.

O dólar, por sua vez, encerrou a R$3,3302 para a venda. Os investidores ainda estão cautelosos com o cenário político e o desenrolar das reformas no Congresso Nacional.

Mercado interno

O café tipo 4/5 teve variação negativa de -7,61% em Varginha (MG), a R$425,00. Em Poços de Caldas (MG), variação negativa de -3,08%, a R$440,00. Em Franca (SP), variação negativa de -2,17%, a R$450,00.

Para o café tipo cereja descascado, variação negativa de -4,26%, a R$450,00. Poços de Caldas (MG) teve variação negativa de -3,84%, a R$451,00. Apenas a praça de Espírito Santo do Pinhal (SP) não apresentou variação negativa, a R$480,00.

O café tipo 6 duro teve variação negativa de -7,69% em Varginha (MG), a R$420,00. Guaxupé (MG) teve variação negativa de -5,23%, a R$417,00.

O Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista, caiu 1,26% entre 13 e 20 de junho, fechando a R$ 445,37/saca de 60 kg na terça-feira (6).

Fonte: Notícias Agrícolas (Por Izadora Pimenta)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *