BSCA inicia uma nova história para os cafés especiais do Brasil

Imprimir

Uma nova história para os cafés especiais do Brasil teve início em Seattle, nos Estados Unidos, durante a principal feira mundial do setor, a 27ª Exposição Anual da Associação Americana de Cafés Especiais – 27th Annual SCAA Exposition. Durante almoço organizado pelo Coffee Quality Institute (CQI) para um grupo de 500 profissionais de todo o mundo, a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), entidade parceira do Instituto no Brasil, lançou oficialmente seu novo conceito de branding: "Brazil. The Coffee Nation".

O novo posicionamento para os cafés especiais nacionais foi elaborado, com apoio da P&A Marketing e da BSCA, pela Place Branding, empresa contratada pelo projeto setorial Brazilian Specialty and Sustainable Coffees, que é desenvolvido em parceira pela Associação e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

A ideia é mostrar que o Brasil tem uma história de sucesso no mundo do café, um setor que gera riqueza para as famílias produtoras, desde as pequenas e médias propriedades até as grandes fazendas. É o maior produtor e exportador e o segundo maior consumidor.

De acordo com o presidente da BSCA, Silvio Leite, o trabalho também tem o objetivo de mostrar o desempenho sustentável da cafeicultura nacional, em seu tripé social, econômico e ambiental, e expor a importante legislação que o sistema produtivo obedece, praticamente desconhecido pelos compradores internacionais.

“No Brasil, a aplicação da Lei Trabalhista abrange todos os direitos, com o trabalhador, em qualquer canto do País, amparado por uma legislação rígida ao produtor, porém justa para ambos. Além disso, nossos produtores respeitam e se preocupam sobremaneira com o meio ambiente em suas propriedades, de forma que, com base em nossa legislação, obrigatoriamente obedecem a Reserva Legal em 20% de suas fazendas para a proteção da biodiversidade”, salienta Leite.

O gestor do Brazilian Specialty and Sustainable Coffees na Apex-Brasil, Cláudio Borges, afirma que a parceria que a Agência mantém com a BSCA desde 2009 é motivo de orgulho e que, agora, atingiu um momento importantíssimo com a criação do conceito “Brazil. The Coffee Nation”. “Essa marca, no contexto da estratégia de branding, resume os atributos positivos dos nossos cafés especiais e vai posicionar o País muito além do posto que já ocupa de maior produtor e exportador mundial, para ser reconhecido também como origem de produtos high end, que já estão presentes nos mais sofisticados e exigentes centros de consumo. Neste momento e com esse projeto, o Brasil se posiciona perante o mercado e deixa de ser posicionado por ele e pela concorrência”, reforça Borges.

A definição do novo conceito “Brazil. The Coffee Nation” foi elaborada com o empenho dos associados e o apoio dos conselheiros da BSCA após pesquisas realizadas nos mais diversos âmbitos dos mercados interno e externo, que identificaram “autenticidade”, “conveniência” e “gourmetização” como aspectos valorizados pelos consumidores, sendo reflexos exatos do mercado de cafés especiais, cujos atores devem se preocupar e exercer o conceito de sustentabilidade em todos os seus trâmites, demonstrando que os cafés brasileiros especiais são voltados para pessoas também especiais.

“As ações promocionais sob o conceito ‘Brazil. The Coffee Nation’ apresentarão aos consumidores brasileiros e internacionais a cultura e a história de sucesso do País no café, revelando a paixão, a história e a tradição de sustentabilidade, e o sucesso do Brasil como produtor, industrial e exportador, além de trazer à tona o profissionalismo, o conhecimento, a diversidade e o comprometimento com os compradores.

“Vivemos intensamente uma verdadeira cultura do café e temos grande conhecimento para produzir grãos fantásticos, fruto da parceria com centros acadêmicos de ponta. Há 300 anos o Brasil vem construindo uma identidade forte e diferenciada, com o intuito de agregar ainda mais valor aos nossos produtos, cultivados e elaborados com a excelência que só os brasileiros possuem e vinculados ao glamour da ponta compradora”, destaca a diretora executiva da BSCA, Vanusia Nogueira.

O presidente da entidade recorda que o trabalho também foca a diversidade das regiões produtoras e os tipos de cafés cultivados no Brasil, detalhando as opções disponíveis para todos os segmentos, o tamanho das propriedades/produtores e os processos de colheita. “O País tem muito a apresentar ao mundo do café e esse novo conceito é uma forma para perdermos essa timidez. Como o povo brasileiro, que tem muitos rostos, os cafés do Brasil também possuem uma diversidade de tipos e sabores, produção de qualidade, cafés comerciais e high comercials, identificados por fazendas, micro e nano lotes, além de cafés padrão Cup of Excellence, um programa que se iniciou no Brasil e tem sido extraordinário para mostrar aos compradores mais exigentes os processos que geram joias raras, que surpreendem o mundo, incluindo, mais recentemente, os grãos naturais especiais, com sabores extraordinários”, sinaliza.

Silvio Leite completa que o programa almeja, ainda, mostrar que há profissionais especializados no Brasil e que o País tem conhecimento, pesquisa, tecnologia e, principalmente, sustentabilidade social. “Somos o paraíso dos Coffee Hunters (caçadores de cafés diferenciados) e temos joias raras para o mundo. Assim, o que faremos é abandonar a ideia de ‘o Brasil tem uma história de sucesso no café, mas parece que tem vergonha de contar’”, conclui.

NO BRASIL
O lançamento nacional do novo posicionamento “Brazil. The Coffee Nation” será realizado ao longo do 6º Forum & CoffeeDinner, organizado pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (CeCafé), em 18 de maio, na Sala São Paulo, na capital paulista, durante jantar e programação noturna do evento. Os interessados podem assistir ao vídeo com o novo conceito “Brazil. The Coffee Nation” no canal da BSCA no Youtube, através do link https://youtu.be/QzLIyjlAZsg.

SOBRE O PROJETO
O Brazilian Specialty and Sustainable Coffees tem como foco a promoção comercial dos cafés especiais brasileiros no mercado externo. O objetivo é reforçar a imagem dos produtos nacionais em todo o mundo e posicionar o Brasil como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas no País. O projeto visa, também, expor os processos exclusivos de certificação e rastreabilidade adotados na produção nacional de cafés especiais, evidenciando sua responsabilidade socioambiental e incorporando vantagem competitiva aos produtos brasileiros. Iniciado em 2009, a vigência do atual projeto vai de abril de 2014 ao mesmo mês de 2016 e os mercados-alvo são Estados Unidos, Japão, Coréia do Sul, Reino Unido e Austrália.

As empresas que ainda não fazem parte do projeto podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / (35) 3212-6302 ou do e-mail exec@bsca.com.br.

Fonte: Ascom BSCA (Paulo Kawasaki)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *