Boas práticas agronômicas ajudam a melhorar rentabilidade do café, diz FNC

Imprimir
Com boas práticas agronômicas, o produtor pode melhorar substancialmente sua rentabilidade da fazenda, disse o gerente técnico da Federação Nacional de Cafeicultores da Colômbia (FNC), Hernando Duque, no marco da nona edição da feira ExpoEspeciales Café da Colômbia.

Durante a segunda jornada da agenda acadêmica, de caráter mais técnico e com grande participação de cafeicultores, Duque explicou que os principais fatores que influenciam na rentabilidade do produtor são clima, taxa de câmbio, preço na bolsa de Nova Iorque, custos de produção e produtividade.

Desses, os três primeiros não estão sob controle do produtor, sendo ao contrário, a produtividade o fator em que mais podem influir para melhorar sua rentabilidademediante adequadas práticas agronômicas.

Densidade de cultivo, idade média das árvores, variedade cultivada, fertilização (com ajuda de análise de solos), luminosidade, sanidade, manejo de ervas daninhas e cultivo em épocas ideais são essas práticas.

Aumentar a densidade de árvores por hectare, disse Duque, é a variável que mais influi em elevar a produtividade.

Hoje em dia, 72% da área cafeeira está cultivada com variedades resistentes(Colômbia e Castillo), enquanto que o resto está cultivado com variedades vulneráveis (Caturra, Típica y Borbón), o que ajuda com que os produtores estejam melhor protegidos contra doenças, como ferrugem e a doença da cereja do café.

Uma época adequada de cultivo ajuda a ter plantas mais vigorosas e, portanto, produtivas, quando cheguem à maturidade. Se determinadas zonas do país são de alta nebulosidade, as sombras não são tão necessárias.

A análise escassa de solos na Colômbia não ajuda a uma melhor fertilização, cujo nível também é muito baixo com relação às médias de outros países, advertiu Duque.

Ciclos de renovação oportunos e idades ótimas das árvores se traduzirão em melhores níveis de produção.

“Todos os esforços dos cafeicultores dirigidos ao melhoramento da produtividade são uma via correta para melhorar a rentabilidade da fazenda”.

As informações são da FNC / Tradução por Juliana Santin 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *