Aumento do consumo nos países exportadores cresce 53% nos últimos 10 anos

Imprimir

O aumento do consumo interno de café nos países exportadores vai atuar como um fator significativo na determinação dos preços globais, a Organização Internacional do Café (ICO) disse. O consumo de café pelos países produtores aumentou quase 53 por cento, para 40,28 milhões de sacas de 60 kg em 2010, em comparação com 26,38 milhões de sacas em 2000, ele acrescentou.

De acordo com o órgão global de café, o crescimento do consumo interno nos países produtores, o que representa mais de 30 por cento do consumo mundial, é um fator importante no apoio aos preços. Consumo global da bebida é esperado um aumento de mais de dois por cento para 134 milhões de sacas de 60 kg em 2010 ano em comparação com 131,3 milhões sacas no ano civil de 2009.

"A relação relativamente significativa entre o consumo doméstico e de produção nos países exportadores está se tornando um fator cada vez mais importante na oferta global e equilibrar a demanda", disse a OIC. Dada a quota de produção necessário para atender à demanda interna nos países exportadores, aumento da produção terá um impacto limitado sobre o equilíbrio de oferta e demanda, acrescentou.

De acordo com a OIC, apesar das correcções de preços, os preços do café continuam relativamente elevados em comparação aos níveis registrados em 2010, incentivando o aumento das exportações. A organização mundial de café tem também revisou a produção de café no ano 2010-11. "A produção total para o ano safra 2010-11 é 133,3 milhões de sacas, com 123.200 mil sacas na safra 2009-10, representando um aumento de 8,2 por cento", disse.

Fonte: AgnoCafe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *