Associação vietnamita planeja criar estoque de 300 mil t de café

Imprimir

A Associação de Café e Cacau do Vietnã pediu ao governo autorização para criar um estoque de 300 mil toneladas de café no próximo ano, disse hoje o presidente da entidade, Luong Van Tu. Ele prevê que as exportações vietnamitas recuem mais de 5% neste ano, para um volume máximo de 1,1 milhão de toneladas, devido ao baixo nível dos estoques domésticos.

"Nós não queremos vender quando colhemos porque isso reduz os preços, o que não é bom para o produtor", informou Tu. "O governo quer ajudar os produtores, então eu acho que eles apoiarão isso." Os cafeicultores vietnamitas venderam entre 80% e 90% da quantia colhida em 2010/11, quando o contrato maio negociado na Bolsa de Londres (Euronext Liffe) subiu para um prêmio acima de US$ 200 em relação ao julho, segundo traders.

Exportadores do país adiaram o embarque de 670 mil sacas de 60 quilos cada, conforme a alta dos preços domésticos – que atingiram um recorde neste ano – tornou a compra do café mais difícil, informou o analista da F.O.Licht, Stefan Uhlenbrock.

Tu disse ainda que as ofertas limitadas podem ser um problema no início da colheita, em novembro, considerando que a produção deve ficar em torno de 18 milhões de sacas, abaixo das mais de 20 milhões de sacas previstas pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) por causa de problemas com doenças nas principais áreas de cultivo de Dak Lak.

Com o objetivo de impedir uma repetição desta situação no próximo ano, Tu revelou que a associação quer montar um estoque estatal para ajudar a sustentar as cotações no começo do ano e a criar uma fluidez maior na cadeia de suprimentos. "Em algumas partes do Vietnã, as cerejas estão caindo muito cedo", disse ele. "Algumas pessoas dizem 20% da safra, outras 30% da safra. Agora estamos tentando avaliar quanto da safra foi afetada."

Em dezembro de 2010, o Ministério de Agricultura pediu ao governo federal aprovação para estocar entre 300 mil e 500 mil toneladas de café, mas o plano nunca chegou a ser concretizado por causa da elevada quantia de capital necessária para executá-lo. O ano-safra do café no Vietnã acontece de outubro a setembro do ano seguinte. As informações são da Dow Jones.

Fonte: Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *