Associação de Cafeicultura Orgânica do Brasil lança projeto para reduzir uso de agrotóxico

Imprimir
Uma parceria entre a Associação de Cafeicultura Orgânica do Brasil (Acob) e a Fundação Banco do Brasil (FBB) investiram em um projeto que visa reduzir o uso do agrotóxico na lavoura, em busca de um café ecológico. A região escolhida para o desenvolvimento desta ideia foi Serra Negra (SP), que receberá um orçamento estimado de R$ 400 mil para a compra de equipamentos nos próximos 18 meses.

Em entrevista para o portal de notícias G1, os idealizadores afirmam que o foco do projeto é desenvolver a cafeicultura familiar, por meio de práticas agroecológicas, reduzindo custos econômicos como práticas socioambientais.

O engenheiro agrônomo Cássio Franco Moreira, diretor executivo da Acob, afirmou na entrevista que a expectativa é de que cada produtor economize até R$ 40 por saca de 60 kg. Segundo ele, este é um projeto que busca uma perspectiva positiva de aumento de renda de famílias que vivem apenas do café.

O projeto prevê a instalação de três unidades de referência em pós-colheita em Serra Negra, equipadas com descascadores, elevadores, módulos de terreiros suspensos, secadores, entre outros maquinários. Os equipamentos garantem melhor condições de trabalho e o beneficiamento de um grão de qualidade.

Segundo a reportagem, Serra Negra é uma das cidades do Circuito das Águas Paulista com produção de café. A região é apontada como ideal por conta do solo e altitude.

As informações são do portal de notícias G1 Campinas e região – reportagem de Ivan Lopes

Extraido do site CaféPoint

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *