Armazém de café em São Pedro da União (MG) espera receber mais de 20 mil sacas de cafés especiais

Imprimir
De acordo com o diretor do armazém, André Ferro, Café São Pedro, os produtores de cafés de melhor qualidade estão enviando amostras da safra 2018/19, para ser ofertado ao compradores de cafés especiais. Segundo André Ferro, que e degustador e Q-GRADER, “muitos cafés ainda não negociados da safra anterior e devemos considerar que foi uma safra positiva, a safra de bienalidade positiva, temos que aproveitar os momentos bons de preços e oportunidades nos cafés finos avalia”.

Os produtores que visitam o armazém sentem confiança no profissional e recebem orientações para melhorar a qualidade dentro da propriedade. De acordo com o diretor, “o produtor tem que ficar atento as mudanças e se preparar para o mercado próximo, diante da grande oferta de cafés commodities, os produtores estão seguindo do seus passos e pretende encaminhar parte de sua safra a ser negociado através do armazém”.

O diretor já passou por experiência de várias empresas multinacionais e conhece todo processo desde a genética molecular do grão de café até o processo de torra, da produção a xícara.

Neste ano, de acordo com seu levantamento, é esperado receber no armazém em torno de 22 mil sacas de cafés especiais e mais 10 mil sacas de cafés de commodities. Hoje o armazém já conta com todos requisitos necessários para exportação entre negócios com cafeterias credenciadas.

Fonte: Arruda São Pedro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *