Arábica de boa qualidade sobe mais de 1700 pontos em NY e saca atinge os R$400

Imprimir

Café: mercado sobe mais de 1700 pontos em NY em mais um rally causado pela incerteza em relação ao tamanho da safra brasileira. O momento é bom para as vendas de café de boa qualidade que tiveram ganhos expressivos no mercado interno, mas os negócios com produtos de menor qualidade devem aguardar um pouco mais.

Cotações do café na Bolsa de Nova Iorque registram fortes altas em dois dias consecutivos, refletindo a incerteza do mercado em relação ao tamanho da safra brasileiro. Segundo o analista de mercado Eduardo Carvalhaes, a chegada das chuvas não aliviou a preocupação dos compradores. “No início das chuvas, todo mundo achava que o mercado ia realizar um pouco, mas a alta veio mais forte ainda”.

A alta de hoje (19), de acordo com Carvalhaes, surpreendeu o mercado. “O mercado é muito firme, em cima de fundamentos, principalmente a seca no Brasil. Os próprios agrônomos não sabem exatamente como os cafeeiros irão reagir… Grande parte deles nunca viveu isso na prática, ou seja, uma seca tão longa em pleno verão e com temperaturas médias tão altas”.

O analista diz ainda que alguns agrônomos acreditam em uma nova florada após as chuvas. “O mercado internacional está trabalhando com um número de 10% de quebra para a safra brasileira, mas não se sabe de onde tiraram este número… Tem regiões com perdas enormes… Vai levar um tempo para se dimensionar o estrago que esta seca fez na produção brasileira de café para 2014 e para 2015”.

Outra razão da alta nos preços, segundo Carvalhaes, é a corrida dos traders que tentam aumentar seus estoques. Ainda assim, não é possível afirmar que o mercado continuará registrando grandes altas. “Nós temos um outro ambiente no mercado de café, o patamar de preço é outro”.

Os cafés de baixa qualidade, por outro lado, ainda subiram pouco, mas têm potencial para subir mais. “Os cafés arábica de melhor qualidade estão sendo comercializados entre R$ 350 e R$ 400. Enquanto os cafés fracos estão com ofertas de R$ 220 e R$ 230… Nós temos recomendado aos produtores que segurem um pouco este café, para ver se eles se aproximam um pouco mais dos preços que estão sendo pagos pelos cafés de boa qualidade”.

Fonte: Notícias Agrícolas via Rede Social do Café

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *