Anunciados os vencedores do Concurso de Qualidade dos Cafés de Vermelho Novo

Imprimir
O produtor José Carlos de Oliveira foi o vencedor do 1º Concurso de Qualidade dos Cafés de Vermelho Novo, na Zona da Mata mineira. A disputa foi organizada pela Emater-MG e o resultado foi divulgado neste último fim de semana. O concurso teve como objetivos valorizar a cafeicultura da região e estimular a produção de qualidade.

A propriedade do José de Oliveira produz em média 250 sacas de 60 quilos por safra. O café cultivado por ele é comercializado na região. O produtor conta com a orientação técnica da Emater-MG. “A Emater-MG tem nos ajudado a produzir um café de qualidade”, diz o cafeicultor.

Para o produtor, foi uma surpresa ter vencido o concurso. Ele ressalta que a conquista representa a valorização do seu trabalho e que vai agregar valor ao café produzido. “É bom saber que temos um café de qualidade. Com essa vitória podemos melhorar o preço de venda e ganhar novos mercados”, afirma José de Oliveira.

O cafeicultor Gilmar Cupertino ficou em segundo lugar e, na terceira colocação, ficou a produtora Waldirene Aparecida Maia. Os vencedores receberam cerca de R$ 10 mil em insumos e equipamentos.

A terceira colocada do concurso, Waldirene Maia, o vencedor José de Oliveira e o segundo colocado, Gilmar Cupertino. (Foto: Jorge Moreira dos Santos)
A terceira colocada do concurso, Waldirene Maia, o vencedor José de Oliveira e o segundo colocado, Gilmar Cupertino. (Foto: Jorge Moreira dos Santos)

A disputa

O concurso foi disputado na categoria Café Natural. No total, foram inscritas 45 amostras de cafés da espécie arábica, tipo 2, safra 2016. As amostras passaram por análises física e sensorial.

De acordo com o técnico da Emater-MG, Danilo Artur Jorge, 22 amostras receberam nota acima de 80 pontos. “Isso significa que são consideradas cafés especiais”, disse. O técnico ressalta ainda que essa avaliação despertou o interesse de uma empresa de exportação de cafés, que deverá entrar em contato com os produtores.

Segundo Danilo Jorge, a proposta do concurso é mostrar que o município produz café de qualidade. “A iniciativa visa agregar valor ao café produzido aqui e estimular os cafeicultores a buscarem mais qualidade para que, consequentemente, eles conquistem novos mercados”.

O resultado do Concurso de Qualidade do Cafés de Vermelho Novo aconteceu durante o encerramento da Festa do Café, no dia 27 de agosto. O evento, também promovido pela Emater-MG e parceiros, teve como objetivo valorizar a cafeicultura e levar informação ao produtor, visando melhorar ainda mais a qualidade do café produzido no município.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Emater-MG (Por Sebastião Avelar)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *