Acordo permite exportação de café e carne aos EUA com menos burocracia

Imprimir
O secretário de Comércio Exterior do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Daniel Godinho, especificou os produtos que exigiam certificação sanitária e fitossanitária para serem comercializados com os Estados Unidos e que perderam essa exigência a partir de acordo firmado nessa quarta-feira entre autoridades dos dois países.

São eles o café, a carne bovina, o trigo em grãos e preparações alimentícias. Com o acordo, esses produtos poderão ser exportados para os Estados Unidos com mais facilidade e menos procedimentos burocráticos.

Godinho esteve reunido nessa quarta-feira com autoridades do Departamento de Comércio dos Estados Unidos para discutir medidas de facilitação comercial.

Após o encontro, Godinho voltou a falar sobre câmbio e disse que a queda do dólar em relação ao real não afeta os planos dos exportadores brasileiros. “Nenhum analista e nem nós no governo esperávamos que o dólar regresse para patamares inferiores aos de 2014”, disse. “Mas eu não ouvi reclamações de exportadores sobre esse nível de câmbio”, completou.

Fonte: Valor Econômico (Por Juliano Basile)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *