Aberto prazo para envio de resumos ao VII Simpósio de Pesquisa

Imprimir

Pesquisadores, estudantes universitários, professores e profissionais de café devem ficar atentos. Já está na hora de enviar os resumos expandidos para o VII Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil. O prazo vai até o dia 15 de abril e não deverá ser prorrogado. Os resumos deverão ser encaminhados exclusivamente por meio da página. As normas para a elaboração dos resumos expandidos estão também disponibilizadas nessa página da internet. Os trabalhos serão analisados pela Comissão Científica do evento e a seleção será divulgada no dia 6 de maio. O resultado final sai dia 31 de maio.

O VII Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil é realizado pelo Consórcio Pesquisa Café a cada dois anos. Esta edição vai ocorrer em Araxá-MG, de 22 a 25 de agosto, e está a cargo das instituições mineiras Epamig, Ufla e UFV. A Embrapa Café é co-organizadora. O tema do evento é “Articulação em redes de pesquisa e novas fronteiras do conhecimento”, mas também serão discutidos grandes temas como agronegócio café, regiões cafeeiras e cafeicultura e meio ambiente. Também serão abordadas questões sobre comercialização, gestão da propriedade, biotecnologia, irrigação, qualidade, indicação geográfica, certificação, soluções alternativas para controle da broca do cafeeiro, manejo ecológico pós-colheita, colheita mecanizada, melhoramento genético, fertilidade de solo, mecanismos de desenvolvimento limpo, ecofisiologia, manejo fitossanitário, entre outras.

Além da apresentação de cerca de 400 trabalhos científicos, o evento contará com conferências e palestras, painéis de discussão, mini-cursos, sessão de pôsteres, apresentação oral e premiação de trabalhos. O presidente da Comissão Organizadora, Gladyston Carvalho, da Epamig, diz que depois que a página do Simpósio foi disponibilizada na Internet, mudanças na organização do conteúdo foram realizadas. O presidente da Comissão Organizadora, Gladyston Carvalho, da Epamig, diz que depois que a página do Simpósio foi disponibilizada na Internet, algumas sugestões foram acatadas pela pertinência das propostas. “A participação do nosso público é um ponto positivo da forma de condução do evento. Por exemplo, foram incluídos mais temas e um painel temático sobre a resistência genética à ferrugem. Mudanças são bem-vindas quando representam boas contribuições", diz.

Para Gladyston, o momento atual também enriquece a realização do evento. “Com o preço em alta do café, existe uma euforia favorável e saudável. Os pesquisadores estão ainda mais motivados a gerar tecnologias para produtores interessados em adotá-las. Esse estado de entusiasmo está presente no envolvimento do público interessado no Simpósio”, completa.

Sobre a localização do evento em Minas Gerais, estado maior produtor de café do País, especificamente em Araxá, região do Cerrado, o presidente da Comissão Organizadora diz que “o estado é forte na pesquisa em café e a região é berço de tecnologias de ponta. Além disso, a cidade é famosa por sua tradição cafeeira, atrações turísticas e estrutura hoteleira. Uma escolha acertada e discutida democraticamente entre as instituições organizadoras. Estamos confiantes de que teremos um evento brilhante”.

Fonte: Área de Comunicação & Negócios da Embrapa Café

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *