7° Espaço Café Brasil reafirma liderança do país no mercado de café

Imprimir

Cheirinho de café logo pela manhã atrai, desperta e convida quem quer que seja. Mesmo aqueles que não costumam ingerir o ‘sagrado’ líquido, não resistem ao delicioso aroma que o café possui. Não obstante, o café consagrou-se o alimento mais consumido no mundo e não é à toa que chegou a tal status. A bebida é rica em cafeína – perfeito para começar o dia bem disposto – e ao longo dos anos foi ganhando aditivos um tanto quanto apetitosos que o deixaram ainda mai saboroso. O cappuccino, por exemplo, uma mistura do café com o chocolate em pó e leite, seja no inverno ou verão encanta paladares mundo afora.

E a variedade não para por aí, desde o tradicional “pingado” (café com leite), ao elegante macchiato, passando pelo café gelado até chegar ao não menos desejado café com chantilly, são apenas algumas das variações da bebida mais famosa de que já se teve notícia. De Norte a Sul do Brasil não há quem dispense o bom e velho “pretinho”, seja no início do dia, após o almoço ou durante o fim de tarde.

Com a demanda cada vez mais crescente no mercado do café, as empresas têm procurado produtos inovadores que possam atender às necessidades dos clientes. De olho nessa procura o Espaço Café Brasil 2012 – evento que tem como objetivo principal apresentar o que há de mais atual em produtos voltados ao universo do grão – tem início no próximo dia 4 e segue até o dia 6 de outubro. Serão três dias com palestras e apresentações que farão um resumo do cenário cafeicultor nos últimos anos, as mudanças mais relevantes, exportações, novos mercados de café, entre outros.

Cafés Especiais – Ostentando o título de maior exportador de café no mundo, o Brasil entra agora em um novo patamar como um dos grandes fornecedores mundiais de cafés especiais. Este é o diferencial que agrada o mercado, por isso, segundo a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), este segmento representa hoje 15% do mercado internacional da bebida.

De acordo com o gerente geral da unidade Embrapa Café, Gabriel Bartholo, o Brasil é o único produtor capaz de atender o mercado global em grandes quantidades de cafés especiais. Não é difícil de imaginar o café brasileiro ganhando adeptos ao redor mundo. A pluralidade de sabores tão bem vivenciada na terrinha tupiniquim é a maior responsável pelo avanço do país em águas até então desconhecidas.

O mercado dos cafés especiais demanda clientes cada vez mais exigentes, e se o Brasil ocupa uma posição de respeito é porque tem feito por onde e consolida sua marca como grande produtor mundial. A junção do belo trabalho feito no campo pelas mãos de produtores do grão com a já consolidada marca de país do café traz um conceito ainda mais rico para nós, brasileiros e apreciadores do famoso líquido negro.

Fonte: Rural Centro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *